Blogue

A insustentável leveza do ser

Milan Kundera, autor do livro do título acima, faleceu ontem, dia 11 de julho de 2023. Nascido em 1 de abril de 1929, em Brun, na Repúlica Tcheca, teve sua cidadania tcheca revogada em 1979 e uma nova fornecida em 2019, mas era naturalizado francês desde 1981, onde morava, mais precisamente em Paris, onde faleceu.
Escreveu poesia, romance, peça de teatro e ensaio.
Conquistou fama mundial com A Insustentável Leveza do Ser, de 1983, que acabou virando filme em 1988, com Daniel Day-Lewis como Tomas, Juliette Binoche como Tereza e Lena Olin como Sabina.
Ainda não vi o filme, mas tive a honra de ler o livro — emprestado por uma namorada, em 1997 — que achei denso e, por vezes, monótono, mas gostei da leitura.
Conta a história de dois casais: Tomas e Tereza e Sabina e Franz.
A história trata de erotismo e uma busca pelos prazeres da vida durante um período de tensão política e opressão durante a Primavera de Praga, quando a União Soviética invadiu a Tchecoslováquia em 1968 e os casais sofreram o impacto da repressão sobre o país.
Milan Kundera foi-se aos 94 anos, mas deixou obras dignas de serem lidas e espero poder conferir mais algumas delas!

Deixe um comentário