BlogueContosProjetos

É de letra! Primeiro tempo

Esse é um livro de contos sobre futebol, quer seja tratado como tema principal do conto ou como pano de fundo.
O livro foi escrito à base de histórias que ouvi ou que li sobre futebol desde a infância, permeado por fantasia, pois resolvi preencher as lacunas da memória com ficção e — quando possível — um pouco de humor, transformando-o em textos leves com pouquíssima conexão com a realidade.
Escrevi 90 contos, um para cada minuto regulamentar de uma partida… O primeiro conto trata da invenção do futebol visto de duas formas: A criação científica e Espontaneidade e acaso.
Decidi lançar como autopublicação, mas estou enviando para editoras na tentativa de publicar por merecimento, embora entenda que não deve ser um livro comercial, embora eu pense que é um livro para quem não gosta tanto de futebol ou que não entende, pois quem, provavelmente, gosta muito de futebol, não tem tempo para ler um livro sobre o tema!
Minha decisão em escrevê-lo não se deve a ter visto algo semelhante, pelo contrário, escrevi justamente por nunca ter visto um livro com essa temática e estilo, entrelaçando ficção com realidade num mundo tão vasto sobre o esporte mais popular do planeta!
Eis o texto que deixei na orelha do livro:
O que driblar, passar, lançar, chutar, marcar, torcer, atacar e defender tem em comum?
Isso mesmo, são verbos!
Mas também são ações que acontecem normalmente durante uma partida de futebol, que é o substantivo esportivo mais conhecido no mundo, que também é uma bola.
Com isso, fica claro que a união com a escrita é inevitável, trazendo a necessidade de escrever essas histórias, servindo apenas para oficializar o matrimônio entre as letras e o futebol, nessa relação hpa muito celebrada com gritos, interjeições e adjetivos maravilhosos!
Ao contar histórias também há como driblar, passar e lançar palavras na busca por encantar o leitor como se encanta um torcedor, aquele ser esperançoso que torce pelo melhor e que não desiste do seu time do coração.
Este livro traz histórias variadas, relacionando futebol com peixe, filosofia, chocolate, beija-flor, neblina, William Shakespeare, Drácula, música clássica, Chaves, Quico, malandragem, bruxaria, uma corneta dourada, cinema, rádio, tevê e muito mais…
Afinal, escrever é contar histórias, mas também é entretenimento e diversão, é cultura que se aprende brincando com as palavras, enquanto se navega na imaginação.
Por isso, não perca tempo e inicie a leitura já, pois o apito inicial já foi dado!

Deixe um comentário